Os setes módulos do ministério jovem.

 

eu-creiologoOS SETE MÓDULOS DO MINISTÉRIO JOVEM EA
SOCIEDADE JA
A  sociedade  JA  é dirigida  especialmente  aos  jovens  nas  faixas  etárias  dos  16 aos  36 anos.  O
objetivo principal desse  ministério  é fortalecer a vida espiritual  e preparar os jovens para  o serviço.
1- ORGANIZAÇÃO
O Módulo  da Organização  apresenta  a história do  ministério jovem na Igreja  Adventista do Sétimo Dia.  A  forte ênfase  está  no ministério  jovem fundamentado  na igreja  local e  não em  eventos ou  na própria organização.  As  responsabilidades  dos  líderes estão  delineadas  neste módulo. O  conteúdo desse  módulo
ajudará  a  igreja   local  em   seu  ministério   a  favor  dos  jovens   e  ajudará o   Departamental  de  Jovens  da Associação/Missão   em seu programa de capacitação  para a liderança  da igreja.
2- LIDERANÇA
Este  módulo  incorpora  todos   os  aspectos  da  capacitação   de liderança  em  todas  as  áreas  do
Ministério  Jovem.  Os   Cursos  de  liderança  JA,  Liderança  de  Desbravadores  e  Dirigente  de  Aventureiros
servem  como   a  base  da   liderança  na  igreja   local.  O   módulo  também   contempla  reuniões  especiais,
realizadas pelos  pastores buscando  capacitar os jovens  a se envolverem nos  vários Ministérios  da Igreja.
3- CONSAGRAÇÃO
Essencialmente,   as atividades  e programas  de natureza  devocional, que  oferecem oportunidades
especiais  de afirmação  e celebração.  Aqui  estão as  semanas de oração,  semana dos jovens  amigos, finais de semanas  com  Deus,  retiros espirituais,  conferências  Bíblicas,  pequenos  grupos e outros.  Aqui  também entra  a  forte  ênfase  que  deve ser  dada  à vida  devocional  pessoal. Estimular  a leitura  do  Ano  Bíblico,  o estudo da Lição  da Escola  Sabatina e a leitura dos  livros do Espírito de  Profecia.
4- ADORAÇÃO
A  adoração,  especialmente  o  culto,  é  o foco  deste  módulo.  O  culto  não é meramente  estar  na
igreja. O  exercício  religioso do  culto é aprender a  viver na presença de Deus e  a integrar na vida diária o que
se aprendeu  na igreja.  O objetivo  deste módulo  é apresentar  sugestões aos  líderes de jovens para que  eles
possam  ajudar os jovens a
descobrirem  a alegria do culto  e a adotarem um espírito  de adoração na igreja.
5- DISCIPULADO
Este  módulo  destaca  como  ajudar  os  jovens a  se  tornarem  discípulos  e  a permanecerem  nesse caminho.  É feita  uma apresentação  abrangente  sobre o aspecto espiritual e psicológico  da liderança jovem. O grupos  de  crescimento   e  alento  que estão  se  especializando  no  bem-estar  espiritual  dos membros encontrarão aqui  material  para alcançar  tudo o  que desejam  com  os jovens  ou seus  familiares. O objetivo final é fazer outros  discípulos para o
Senhor  e equipá-los para compartilharem  sua fé.
6- COMPANHEIRISMO
Este  módulo  ajuda os  jovens a  encontrarem materiais  que provêem  recreação significativa  para os
membros  da Sociedade  JA. Os jovens devem  ser levados a descobrir  a recreação significativa e a  tomarem
parte  dela  aprendendo  a  lidar com  seu  tempo  livre. A recreação deve ser  oferecida através de práticas
apropriadas e  definidas, que  reflitam o  estilo de vida adotado pelos  adventistas do sétimo  dia.Este módulo deverá oferecer respostas  para essas necessidades.
7- TESTEMUNHO
O  testemunho, a transmissão da experiência de vida  com o Senhor,  está  entre os  ministérios
mais destacados e importantes para  um  jovem cristão. Os jovens  e seus  líderes  devem  receber  um
constante  estímulo no sentido  de se tornarem testemunhas  onde quer que estejam.  Isso  deve ser feito:
1- Através de eventos  que valorizem o papel do testemunho;
2- Através da promoção  de atividades de testemunho  nos programas do Ministério  Jovem;
3- Através da oferta de material  próprio para o testemunho  jovem;
4- Através de projetos  de evangelismo claros e  prioritários;
5- Através do envolvimento do Ministério  Jovem com  o programa missionário  da igreja.
Os  jovens  são  não apenas  o  futuro  da igreja;  eles são também, em grande medida, uma  parte dela  hoje! “A  juventude,  quando reta,  pode  exercer  poderosa  influência.”  (Mensagens  aos  Jovens,  pág.204).EA

Um encontro jovem de sucesso

reuniao

Há muita diferença  entre “planejar  e realizar um encontro  social”. Possivelmente você  já deve ter ido a  um encontro  social e  ficou decepcionado,  pois verificou  que ali  não havia  nada planejado.  Muitas coisas  são  importantes  para  que um  encontro  social  tenha  êxito,  nada,  porém,  pode  substituir  planos cuidadosos.    A  diferença  entre  o   êxito  e  o  fracasso  se  expressa  em  duas  palavras:  Planejamento  e trabalho.
As atividades  sociais  dos jovens  são partes  importantes  do programa  da igreja. Portanto,  devem ser cuidadosamente planejadas  com antecedência como qualquer programa da  igreja.

I.  PONTOS A CONSIDERAR QUANTO  AO PLANEJAMENTO:

  1. Local: Pátio da Igreja, Salão, Escola,  Sítio, etc;
  2. Tempo: Natal, Ano Novo, Hora de Começar  e de Terminar;
  3. Programa: Tema, Natureza e Propósito;
  4. Propaganda: Convites, Anúncios, etc;
  5. Ornamentação: De acordo com o tema;
  6. Comissão de Recepção:
  7. “Comes e Bebes”: Quando servir? *Que Servir?   *Como servir?
  8. Brincadeiras: *Assim  como  as  outras  partes  da  reunião,  também  as  brincadeiras devem estar relacionadas com o  tema central;
  9. Material: A  comissão, ao  planejar  deverá providenciar  o  material  necessário para o  programa  social. Este  material precisa  estar à  mão do  líder, a fim  de que  a reunião não se atrase ou perca  continuidade.
  10. Encerramento:
  11. Limpeza; Guardar  a ornamentação,  arrumar   as  cadeiras,  deixando  o  local limpo; Terminar na hora determinada  e de um modo definido;
  12. Finança: Quanto custará a reunião?
  13. Dividir as responsabilidades.

II PONTOS A CONSIDERAR QUANTO  À NATUREZA DAS BRINCADEIRAS;

I. Introdutórias: “Todo”   programa   se    iniciará   com   as   chamadas   brincadeiras “quebra-gelo”, cuja finalidade  é criar um ambiente de cordialidade, unir  e familiarizar o grupo.

  1. Ativas:
  2. Ativas com bola
    • b) Com todos os presentes
    • c)  Por equipes
  3. Passivas
    • a)   Com lápis e papel
    • b)  Com canções
    • c)   Com temas dramáticos ou cômicos.
  4. Brincadeiras de habilidades
    • Aptidão Física
    • Mentais – raciocínio
    • Matemáticas
    • Mágicas e Truques
  5. Rítmicas: Geralmente é realizado  ao compasso de uma música:
    • Em círculos concêntricos ou simples
    • Aos pares
    • “De novas conquistas”

III PONTOS A CONSIDERAR QUANTO  AO TEMA

O encontro  social deve  ter uma motivação  ou tema  central. Cada parte  do programa- convites, ornamentação,  recepção, brincadeiras,  encerramento, refrescos,  etc. – dentro do possível, deve estar relacionada com  o tema central.

01.  TEMAS COM DATAS COMEMORATIVAS

Ex. Natal: “Natal do Reino  Encantado”

“Luzes Cintilantes do Natal”

02.  ESTAÇÕES  DO ANO: Ex. Primavera:  “Encontro das  Flores” “No Jardim do Amor” “A Primavera e o  Arco-Íris

Inverno:  “Festa das chuvas”

03.  OCASIÕES ESPECIAIS:

Aniversários: “Botões de Rosas”

Despedida:  “Uma Viagem  Até….

Formatura: “Viagem ao Reino  do magistério”

04. NAÇÕES E ESTADOS:

Ex. “A Volta ao mundo em  80 Minutos”  “Viagem à  Itália” “O que a  Bahia Tem”

05.  NATUREZA:

Ex: “Brincando na chuva”  “Social do Feijão” “Uma Noite no jardim  Zoológico” “Encontro da Frutas”

06.  NOITE ARTÍSTICA:

Prêmio Oscar do Ano

IV. PONTOS A CONSIDERAR QUANTO  À REALIZAÇÃO DO PROGRAMA:

01. Organização: Prepare tudo  com antecedência e faça duas ou mais cópias do  programa.

02.Ordem e Energia:

O Sucesso de um programa recreativo  se deve, em sua maior parte a quem dirige  por isso:
demonstre energia, estimulando  a todos os presentes a participarem. Que haja  ordem e disciplina.

Entretanto, isto não se consegue  com gritos e gestos violentos.

03. Clareza e Concisão:

Ao ensinar uma brincadeira, o  líder deve ser claro e conciso. Nada como um falatório  sem
fim para esfriar o entusiasmo  do grupo.

04.NÃO DEIXE TEMPOS VAZIOS:

05. EVITE:

• Brincadeiras que  tendem a levar uma ou mais pessoas a serem, humilhadas,  ou passarem vexame na frente do grupo:

• Imitações literais de programas  de televisão;

• Homens usando roupas femininas;

•Brincadeiras carnavalescas;

•Humorismo de duplo sentido

•Brincadeiras apalpadelas entre  moças e rapazes.

LEMBRE-SE: “Não vos conformeis  com as coisas deste mundo, mas transformai-vos  pela renovação da vossa mente…”  Rom. 12:2

Os 7 mandamentos para tornar as brincadeiras um sucesso.

1.  Algumas brincadeiras tem  motivos religiosos. Use-as no momento certo!

2.  Misture  sempre  as  brincadeiras  que  envolvam  todo  grupo  com  as  que  envolvam apenas uma parte  dele. As gerais agitam,  as parciais são engraçadas e  descansam a maioria.

3.  Nunca  force ninguém  a participar.  Convide o  grupo (  alguns precisam  de um  bom convite) e deixe que o ritmo das  brincadeiras entusiasme.

4.  O envolvimento  e interesse  pela brincadeira  dependente do pique  do animador,  por isso, seja claro ao explicar, otimista  ao envolver e animado ao dirigir.

5.  Quando   possível    divida   as   várias   brincadeiras    que   serão   realizadas   entre animadores diferentes. Isso mantém a  empolgação do programa.

6.  Não estenda  demais a duração de  uma brincadeira. Algumas  devem ser mais longas e outras  mais  breves.  Fique  com  o  “desconfiômetro”  ligado  para  a  reação  dos participantes.

7.  Estabeleça  um   tempo  definido  para  a duração  dos  momentos  de recreação.  Não permita que os participantes cansem  de brincar.

– Para pensar e brincar

Recreação saudável  constitui um aspecto  vital do desenvolvimento   dos jovens,  e muitos benefícios podem ser obtidos ao se prover  recreação adequada e instrutiva para eles. O principal  objetivo  de  recreação   não  deveria ser  simplesmente  ocupar o  tempo, e  sim,  prover alguma  troca  significativa  e  saudável  de atividade,  a  qual  seja  capaz  de  conduzir  a companheirismo, envolvimento salutar e estímulo  intelectual.

A definição de Recreação.

“A recreação,  na verdade acepção  do termo  recriação, tende a  fortalecer  e  construir. Afastando-nos  de nosso  cuidados e  ocupações   usuais,  proporciona  descanso ao  espírito  e ao  corpo, e  assim,  nos habilita a voltar com novo  vigor ao sério trabalho da vida”( Mensagens ao  Jovens)

A Recreação é necessária.

“O  recreio é  necessário   aos  que se  acham   ocupados   em  labor  físico, e  mais  ainda, essencial àqueles cujo   trabalho  é especialmente  mental.   Não é  essencial à  nossa salvação,  nem para  a glória de Deus, manter  o espírito  em  contínuo e  excessivo labor,  mesmo sobre  temas religiosos.”(  Mensagens  aos Jovens, p. 392)

É  privilégio  e  dever  dos  cristãos  procurar  refrigerar  o  espírito  e  revigorar  o  corpo  mediante inocente   recreação,   com   o   intuito   de   empregar   as   energias    físicas   e   mentais para   glória   de Deus.”(Mensagens aos Jovens p.  364)

Deveríamos  prover  prazeres inocentes:  “Não  se  podem os  moços  tão  quietos e  graves  como as pessoas de idade, a  criança tão séria como o pai.  Conquanto as diversões pecaminosas  sejam condenadas, como  devem ser,  provejam  os  pais,  os mestres  ou  pessoas  delas encarregadas,  no  lugar   das  mesmas, prazeres inocentes, que  não mancham nem   corrompem a moral. Não  cinjas os jovens a rígidas  exigências e  restrições  que  os  induzam  a  sentir-se   oprimidos,  e  a  infringi-las,  precipitando-se em  caminhos  de loucura e destruição.”(Conselhos  aos professores, Pais e Estudantes, pág. 355)

Testes de genuína Recreação

“Julgai todas  as cousas,  retendo o  que é bom”(I  Tes.5:21). Será  você capaz  de suplicar  a benção de Deus sobre  a  recreação que  irá praticar?  (Veja  Conselhos   aos Professores, Pais  e Estudantes,  p. 337; Mensagens aos Jovens , p. 386)

* Ela  aproxima você  de Deus ou lhe rouba o desejo de  orar? ( Mensagens aos Jovens p. 407 e  408)

* Promove  integridade e autocontrole? (Mensagens aos  Jovens p. 412, 425, 416)

* Facilita  a resistência  à tentação? (Parábolas de Jesus  p. 49 e 50)

* Que  influência terá sobre a saúde física e mental?  (Mensagens aos Jovens p. 379)

* Prepara   melhor  para  os   deveres  diários?  Tem   a  tendência  de  refinar,   purificar,  nos  tornar virtuosos  ou contribui  para o  orgulho no  vestuário,  com vulgaridade?  (Mensagens aos  Jovens p.382;  Patriarcas e  Profetas, p.  460  e 461;  Conselhos aos  Professores,  Pais e  Estudantes, p.  366-368)

* Vale  a pena gastar o tempo que requer? (Mensagens aos  Jovens p. 373 e 379)

* Desenvolve  a  cortesia,  a  generosidade e  mais  respeito  pelos outros  ou  fere  o auto-respeito  das pessoas? Estimula a bondade  ou conduz ao uso de força e brutalidade? (Educação,  210)

Recreação ou Diversão ?

“Existe diferença entre  recreação e divertimento. Recreação, quando  fiel a seu nomes – recreação – tende  a  fortalecer e  erguer… A  diversão,  por outro  lado,  é procurada  como fonte  de  prazer e,  muitas vezes, é levada  ao excesso; absorve as  energias que seriam  necessárias ao trabalho útil  e assim apresenta um obstáculo ao verdadeiro sucesso  na vida.” ( Educação, p. 207)

“Entre  a   associação  dos  seguidores   de  Cristo   em  busca  de  recreação   cristã  e   as  reuniões mundanas que  buscam prazer  e divertimento,  deve existir assinalado  contraste.  Em lugar de  oração e  da menção do  nomes de Jesus  e das coisas  sagradas, ouvir-se-ão  dos lábios  dos mundanos  o riso néscio  as frívola conversação. A  idéia é fruir um período de grande  divertimento geral. Suas diversões começam em estultícia e terminam  em vaidade. As nossas reuniões devem  ser tal que, ao voltarmos para casa,  possamos ter uma consciência livre de ofensa  para com Deus e o homem.” (Mensagens aos Jovens  p.385 e 386)

“Toda diversão  em que vos puderdes  empenhar pedindo  dobre ela, com fé,  a benção de  Deus, não será  perigosa.  Mas todo  divertimento  que  vos torna  inaptos  para  oração  particular… ou  para    tornar parte  nas   reuniões   de  oração,   não  é  seguro,   mas  perigoso.   “(Conselhos   aos  Professores,   Pais  e Estudantes, p 337)

– Diversões que podem ser evitadas aos cristãos.

—   Jogos nos quais acaba  sendo envolvido dinheiro.
(Mensagem aos Jovens, p. 392)

—   Jogos de Carta e outros  Jogos  de azar.
( Mensagens aos Jovens, p. 379,  380 a 392).

—   Freqüência ao teatro  e ópera.
( Patriarcas e Profetas, p. 459-460).

—   Danças
(Mensagens aos Jovens p. 390 e 392

—   Eventos esportivos  e competições  comercializadas.
( Mensagens aos Jovens, p. 392  e 390)

—   Televisão e  vídeo com apresentações  teatrais ou produções que  não estejam de acordo  com os padrões  cristãos. ( Patriarcas  e Profetas, p. 459 e 460)

Lembre-se que a batalha  atual é exercida em relação à mente  e quem conseguir controlá-la, também  controlará a  pessoa.  Somos transformados  pela  contemplação.  Muitas vezes  isso ocorre  de modo  inconsciente  e  imperceptível,  até que  a  pessoa possa  aceitar  aquilo  que uma   vez   rejeita.   A   televisão   modificou    a   forma   de   pensar   do   mundo   ocidental, especialmente, a  Igreja Adventista  do Sétimo Dia  tem sido  de forma especialmente  afetada por ela. Temos que “cingir os  lombos de entendimento”, conforme Paulo admoestou:

Que a graça e a paz de Deus esteja em todos!

E lembre-se:

“Portanto, quer comais quer bebais, ou façais, qualquer outra coisa, fazei tudo para glória de Deus.” 1 Cor 10,31