Dia Mundial do Jovem Adventista 2017

cartaz-gyd1

O dia mundial do Jovem Adventista #globalyouthday está chegando e estão disponíveis os materiais de divulgação do evento e também para utilização no evento:

O QUE É O DIA MUNDIAL DO JOVEM ADVENTISTA?

É um dia de celebração dos Jovens Adventistas ao redor do mundo.
Por isso, convidamos você, jovem, para participar e sair às ruas realizando atos de compaixão durante o dia 18 de março.

Este ano estamos focando nas ações de doação de sangue. Você pode pensar em projetos e maneiras criativas de envolver os jovens da sua comunidade para participar deste dia tão especial!

Registre estes momentos e compartilhe em suas redes sociais, com as hashtags #GYD17 e #GlobalYouthDay

Teremos um programa AO VIVO, às 20h do dia 18/03, pra mostrar tudo o que aconteceu neste dia especial, e suas fotos podem aparecer no programa! Participe!

 

Faça o download dos materiais e enriqueça a celebração com sua juventude em sua igreja.

Banners – Redes Sociais

 

Download

Arte Aberta

Download

Áudio Promocional

Download

Vídeos Promocionais

Downloads

Original

Redes Sociais

WhatsApp

Sermão para o Dia Mundial do Jovem Adventista (EU CREIO)

Download

Aplicativo

PARA iOS: http://bit.ly/gydparaios

PARA ANDROID: http://bit.ly/gydparaandroid

Estes e outros materiais já foram divulgados anteriormente através de nossas redes sociais! Siga-nos e fique por dentro das novidades!

via Adventistas.org

Os setes módulos do ministério jovem.

 

eu-creiologoOS SETE MÓDULOS DO MINISTÉRIO JOVEM EA
SOCIEDADE JA
A  sociedade  JA  é dirigida  especialmente  aos  jovens  nas  faixas  etárias  dos  16 aos  36 anos.  O
objetivo principal desse  ministério  é fortalecer a vida espiritual  e preparar os jovens para  o serviço.
1- ORGANIZAÇÃO
O Módulo  da Organização  apresenta  a história do  ministério jovem na Igreja  Adventista do Sétimo Dia.  A  forte ênfase  está  no ministério  jovem fundamentado  na igreja  local e  não em  eventos ou  na própria organização.  As  responsabilidades  dos  líderes estão  delineadas  neste módulo. O  conteúdo desse  módulo
ajudará  a  igreja   local  em   seu  ministério   a  favor  dos  jovens   e  ajudará o   Departamental  de  Jovens  da Associação/Missão   em seu programa de capacitação  para a liderança  da igreja.
2- LIDERANÇA
Este  módulo  incorpora  todos   os  aspectos  da  capacitação   de liderança  em  todas  as  áreas  do
Ministério  Jovem.  Os   Cursos  de  liderança  JA,  Liderança  de  Desbravadores  e  Dirigente  de  Aventureiros
servem  como   a  base  da   liderança  na  igreja   local.  O   módulo  também   contempla  reuniões  especiais,
realizadas pelos  pastores buscando  capacitar os jovens  a se envolverem nos  vários Ministérios  da Igreja.
3- CONSAGRAÇÃO
Essencialmente,   as atividades  e programas  de natureza  devocional, que  oferecem oportunidades
especiais  de afirmação  e celebração.  Aqui  estão as  semanas de oração,  semana dos jovens  amigos, finais de semanas  com  Deus,  retiros espirituais,  conferências  Bíblicas,  pequenos  grupos e outros.  Aqui  também entra  a  forte  ênfase  que  deve ser  dada  à vida  devocional  pessoal. Estimular  a leitura  do  Ano  Bíblico,  o estudo da Lição  da Escola  Sabatina e a leitura dos  livros do Espírito de  Profecia.
4- ADORAÇÃO
A  adoração,  especialmente  o  culto,  é  o foco  deste  módulo.  O  culto  não é meramente  estar  na
igreja. O  exercício  religioso do  culto é aprender a  viver na presença de Deus e  a integrar na vida diária o que
se aprendeu  na igreja.  O objetivo  deste módulo  é apresentar  sugestões aos  líderes de jovens para que  eles
possam  ajudar os jovens a
descobrirem  a alegria do culto  e a adotarem um espírito  de adoração na igreja.
5- DISCIPULADO
Este  módulo  destaca  como  ajudar  os  jovens a  se  tornarem  discípulos  e  a permanecerem  nesse caminho.  É feita  uma apresentação  abrangente  sobre o aspecto espiritual e psicológico  da liderança jovem. O grupos  de  crescimento   e  alento  que estão  se  especializando  no  bem-estar  espiritual  dos membros encontrarão aqui  material  para alcançar  tudo o  que desejam  com  os jovens  ou seus  familiares. O objetivo final é fazer outros  discípulos para o
Senhor  e equipá-los para compartilharem  sua fé.
6- COMPANHEIRISMO
Este  módulo  ajuda os  jovens a  encontrarem materiais  que provêem  recreação significativa  para os
membros  da Sociedade  JA. Os jovens devem  ser levados a descobrir  a recreação significativa e a  tomarem
parte  dela  aprendendo  a  lidar com  seu  tempo  livre. A recreação deve ser  oferecida através de práticas
apropriadas e  definidas, que  reflitam o  estilo de vida adotado pelos  adventistas do sétimo  dia.Este módulo deverá oferecer respostas  para essas necessidades.
7- TESTEMUNHO
O  testemunho, a transmissão da experiência de vida  com o Senhor,  está  entre os  ministérios
mais destacados e importantes para  um  jovem cristão. Os jovens  e seus  líderes  devem  receber  um
constante  estímulo no sentido  de se tornarem testemunhas  onde quer que estejam.  Isso  deve ser feito:
1- Através de eventos  que valorizem o papel do testemunho;
2- Através da promoção  de atividades de testemunho  nos programas do Ministério  Jovem;
3- Através da oferta de material  próprio para o testemunho  jovem;
4- Através de projetos  de evangelismo claros e  prioritários;
5- Através do envolvimento do Ministério  Jovem com  o programa missionário  da igreja.
Os  jovens  são  não apenas  o  futuro  da igreja;  eles são também, em grande medida, uma  parte dela  hoje! “A  juventude,  quando reta,  pode  exercer  poderosa  influência.”  (Mensagens  aos  Jovens,  pág.204).EA

Começando do Zero – Clube de Líderes

reuniao

Estamos no início do ano, que é uma ótima época para iniciar projetos para os próximos meses. É também a época de lançamento, cadastro e início do clube de formação de líderes – ou Clube de Líderes.

Antes de adentrar no assunto do clube, cadastro e suas reuniões, gostaria de relembrar que existem três níveis de “turmas de formação de líderes”, cada quais com suas particularidades, são elas:

Classe de Líderes: é a classe de formação composta por líderes, instrutores e aspirantes em nível de Sociedade/Clube. A administração é feita pelo diretor eleito, e as avaliações são realizadas e aprovadas pelo Regional Jovem;

Clube de Líderes: é composto pelas diversas classes de líderes do Distrito ou Região, com a participação dos líderes e aspirantes da região. Dirigido pelo Distrital/Regional Jovem ou pessoa escolhida pelo clube, tem suas avaliações realizadas e aprovadas pelo Regional Jovem;

Academia de Líderes: Formada por duas ou mais regiões, com os participantes de seus respectivos clubes e classes. Administrado pelo Coordenador de Pólo, com as avaliações aprovadas pelo Regional Jovem das respectivas regiões.

Conhecendo as diferenças entre elas, você precisa saber também o que é um clube (leia-se também academia/classe em todo o texto), confira nesse artigo tudo que você precisa saber sobre a fundação do clube de líderes.

Após fundar o clube de líderes, escolher seu corpo administrativo (e aprová-lo em comissão), é hora de realizar as “matrículas” (ou inscrições) dos aspirantes. Utilize um culto jovem dinâmico, além das redes sociais ao seu dispor, para fazer a ampla divulgação das inscrições e início das reuniões.

Em reunião com a equipe administrativa do clube de líderes, e após realizar os levantamentos necessários, definam o valor das inscrições (que podem custear os materiais a serem entregues).

Na primeira reunião, com o comitê do clube e os aspirantes participantes, definam as diretrizes básicas que irão norteá-los no processo de formação de liderança:

  • Nome do Clube;
  • Local de Reuniões;
  • Datas das reuniões – Calendário de reuniões;
  • Cronograma de atividades do clube;
  • Regimento Interno (Acordo de Convivência);
  • Valor da Mensalidade;

Nome do Clube

Esta será é a identificação de seu Clube de Líderes. Basicamente o nome fala sobre vocês e a que vieram. Este também é  o nome necessário para realizar o cadastro do clube/classe/academia junto à secretaria da Associação/Missão.

Local de Reuniões

Vocês devem escolher um local oficial para realização das reuniões. Esse local será fixo, salvo reuniões para atividades ao ar livre ou de campo. Um local fixo de reuniões transmite seriedade e compromisso aos participantes.

Datas de Reuniões

Defina as datas e periodicidade (frequência) das reuniões regulares. As reuniões deverão ocorrer, no mínimo, uma vez por mês ou, preferencialmente, a cada 15 dias. Os encontros, assim como o local, deve ter datas fixas – por exemplo, se mensal, toda primeira terça-feira do mês – com o mesmo intuito de compromisso de todos.

Calendário de Atividades

O calendário, seguindo as regras descritas neste artigo, deverá respeitar os demais calendários, evitando atividades paralelamente conflitantes. Utilizando o modelo de Cronograma e de Requisitos a cumprir, organizem as datas para realização de cada atividade solicitada nos cartões.

Regimento Interno

Para o bom desenvolvimento e realização das reuniões e atividades, são necessárias diretrizes básicas que guiarão a todos no decorrer do ano. Para isso, faz-se necessário um regulamento interno, ou acordo de convivência, do clube. Nele estarão explícitas as regras, direitos e deveres para os aspirantes e membros da direção.

Constarão ainda, a percentagem mínima de presença, valor e prazo para pagamento da mensalidade, responsabilidades de cada membro, comportamentos não aceitos no clube, motivos para exclusão do membro, etc. O recomendado é que regras específicas, sejam tratadas e aceitas em conjunto e aprovadas por maioria.

Você pode conferir o modelo de regulamento de clube de líderes nestes link. Fique à vontade com sua equipe e seu regional para adaptar o modelo à sua realidade.

Valor da Mensalidade

Após, é claro, o levantamento de possíveis gastos com materiais, seguros, atividades e etc., a direção chega a um valor aproximado de orçamento do clube. Assim é possível calcular o valor das “parcelas” que os membros serão “obrigados” a contribuir durante o ano. Esta taxa servirá, além do mencionado acima, para mais uma vez estimular o compromisso dos membros. Todo e qualquer valor arrecadado deverá ser repassado ao tesoureiro da igreja a qual o Regional Jovem congrega, jamais devendo ficar sob responsabilidade do regional ou qualquer outro membro da direção do clube.

Reunindo

Após matricular os aspirantes, cadastrá-los, definir os itens acima, a direção, direitos e deveres de todos, é hora de começar a trabalhar. As reuniões, serão em sua maioria dirigidas pelo diretor, que poderá delegar diversas funções aos participantes. O escopo da reunião pode seguir o modelo a seguir:

  • Louvores;
  • Oração Inicial;
  • Ideais;
  • Meditação;
  • Revisão das atividades extra-classe realizadas entre as reuniões;
  • Exposição dos tópicos/requisitos a serem cumpridos na reunião;
  • Divisão em classes (unidades) para atividades específicas;
  • Avaliação das atividades realizadas
  • Organização para próxima reunião e atividades a serem realizadas até lá;

Para começar, estas são algumas das informações e dicas necessárias para seu clube de líderes. Algumas atividades ou observações podem ser adicionadas ao escopo acima, respeitando a duração mínima de 1h e máxima de 1:30h para as reuniões regulares. Reuniões excepcionais, como atividades de campo e etc, possuem horário e tempo de duração diferentes, e devem também estar inclusas no cronograma de atividades do clube.

Nossa equipe está trabalhando para melhorar ainda mais o conteúdo disponível para a a sua capacitação e de seus jovens. Em breve, teremos novos artigos com mais detalhes sobre o clube de líderes jovens. Você também pode participar de nossa equipe, confira Nossa Equipe.

Planejando o calendário de atividades

projeto-gestao-cronograma

O ano de 2017 está começando, e como um bom líder, tenho certeza que você deseja iniciar o ano com boa parte do planejamento de atividades e projetos para este ano, bem elaborados e com suas datas marcadas.

Talvez (na maioria dos casos) pode ser difícil conseguir seguir à risca todas as datas devido a imprevistos, mas esta não é uma desculpa válida para procrastinar com o planejamento prévio – seja ele anual, semestral ou trimestral.

Para desenvolver a construção de um calendário de atividades, será necessário levar em consideração diversos fatores:

  • Calendário do Campo (Associação/Missão)

  • Calendário do Distrito

  • Calendário da Igreja

  • Calendário (letivo) dos Jovens

  • Projetos a desenvolver

Calendário do Campo

Este é um calendário ao qual você como líder deve se atentar bastante, a maioria dos campos já define e publica em seus calendários os projetos mais importantes (abrangentes) que serão realizados tanto em nível de campo quanto a nível de região ou distrito. Assim, muitos dos projetos que o ministério jovem deverá realizar a nível de distrito (como projeto bálsamo ou quebrando o silêncio, por exemplo) já estarão inclusos neste calendário, necessitando apenas ser replicado para o calendário local jovem. Respeite este calendário. Jamais organize ou marque eventos jovens paralelos em datas que coincidam com eventos que englobem toda a igreja, e por consequência, os jovens.

Calendário do Distrito

Mais local, mas não menos importante que o anterior. Este calendário, por muitas vezes desenvolvido pelo pastor e liderança distrital, engloba os projetos já listados no calendário do campo acrescido de pequenos projetos regionais/locais específicos (aniversário da cidade, corrida da saúde, etc.). Há distritos que simplesmente utilizam o calendário do campo como o seu próprio e publicam anúncios de projetos e eventos locais conforme a proximidade das datas dos mesmos, assim, procure se informar com seu pastor distrital, buscando, junto a ele e à liderança, “reservar” as datas que o ministério jovem precisará “usar”, para evitar conflito de datas.

Calendário da Igreja

É praticamente equiparado ao calendário distrital – há igrejas que não tem. É nele que estão programadas as datas específicas dos evangelismos, visitações, semanas de oração, e etc. Se esse calendário existir em sua igreja, além de não ignorá-lo, busque fazer parte dele, propondo a inclusão das atividades jovens no mesmo.

Atente-se ainda para datas periódicas e recorrentes que sempre estão presentes no cronograma da igreja – 13º sábado; sábado da criança; sábado da educação; quarta-feira do poder; etc. – tentando sempre conciliar as datas.

Calendário Letivo dos Jovens

Por mais que a maioria dos participantes do Ministério Jovem tenham mais que 18 anos, é necessário atentar para os calendários escolares dos jovens – tanto do ensino médio quanto da universidade – quando se planejar realizar atividades que demandem deslocamento e pernoites no decorrer da semana. Leve em consideração também, quando passeios e eventos nos últimos meses do ano, as datas de provas de seleção de vestibular, para não obrigar o jovem a escolher entre um fim de semana com Deus e uma tarde estressante de prova.

E como estamos falando de jovens de “maior idade”, é evidente que boa parte deles também já tenham emprego. Então eventos de meio de semana, podem consumir algumas folgas ou uns dias de salário.

Projetos a Desenvolver

Enfim chegamos no ponto que é a dificuldade de muitos, mas que é a peça chave para o planejamento do calendário de atividades para o ministério jovem. Antes de começar a se planejar, é necessário saber o que é preciso fazer e como se quer chegar até o objetivo. Se o objetivo é que os jovens sejam condecorados em medalhas, não basta apenas marcar no calendário a data da cerimônia. É preciso programar o início do projeto, os treinos, as provas e, por fim, a condecoração.

Como você deve ter percebido, os tópicos e calendários anteriores são bem objetivos, basta replicar as datas de projetos comuns e evitar projetos paralelos conflitantes. Assim, é aqui que vamos focar: em como organizar os projetos a se desenvolver no decorrer do ano.

Pelo menos dois pastores departamentais de jovens, a nível de campo, me deram uma regra de ouro para planejamento de atividades anuais de jovens. Um deles foi o Ivancy Araujo (ASPa 2014) e o outro foi o pastor Fernando Galvão (MOPa 2016). E ambos me disseram que o ano deveria ser divido em duas partes:

  • Primeiro semestre, para capacitação;

  • Segundo semestre, para eventos – que culminem com o resultado da capacitação;

Assim, já posso lhe adiantar que: os primeiros meses de atividades de seu ministério jovem devem ser de aprendizado, fortalecimento e capacitação. Depois que todo mundo souber o que e por que está fazendo, é hora de “brincar” e se “divertir”, ou melhor “se investir”. Então, as dicas de planejamento deste artigo seguirão a lógica descrita acima, que é a que até agora tem demonstrado bom sucesso.

Para a construção do cronograma de atividades, usaremos o Manual Jovem e os Cartões de Liderança e Medalhas, pautando as atividades pelas necessidades de capacitação e resultados.

Primeiro Semestre: Capacitação

Uma ótima forma de trabalhar com novos membros e novos aspirantes é justamente iniciar o ano introduzindo os mesmos no ministério jovem desde a base, com os princípios básicos. Nisto, começar o ano com capacitação cai bem como uma luva.

Lembre-se que, quanto mais detalhado o seu calendário de atividades, melhor será para seu controle e acompanhamento do cumprimento do mesmo. Por exemplo, se em janeiro vocês iniciarão a leitura do ano bíblico e do livro do ano, marque em seu calendário a data do “super culto jovem de lançamento do Ano Bíblico 2017”. Além de lembrar a data, realizar um culto especial para o lançamento de um projeto dá bastante crédito ao mesmo. E da mesma forma, detalhe no calendário as datas das provas do Bom de Bíblia (Ano Bíblico) e das premiações.

Desenvolva uma técnica eficaz de relembrar as datas. Seja através dos avisos semanais do mural, seja através dos grupos do Telegram/WhatsApp; seja pela página da Sociedade Jovem nas redes sociais; seja por um App específico; ou seja ligando para cada membro da igreja, o importante é ser lembrado. Não adianta você desenvolver o melhor, mais bonito, mais funcional e perfeito calendário Jovem do mundo, se ele e lembrete de seus projetos ficarem esquecidos na gaveta de sua escrivaninha. Divulgue!

Para leitura de livros, tente buscar uma base de tempo necessário para a leitura do mesmo, e marque a data de início e a data de provável fim da leitura, isso estimula o compromisso e desafia os participantes.

Você pode inclusive utilizar o Retiro Espiritual como um evento de lançamento de boa parte dos projetos do ano. Tome o cuidado de deixar todos os dados bem explicados e de não sobrecarregar de informações.

Informe-se de antemão sobre cursos de capacitação oferecidos pelo campo, e verifique se os mesmos já estão previstos em calendário geral. Verifique também a possibilidade da visita do departamental jovem do seu campo à sua região/distrito.

Promova cultos especiais (sábado pela manhã e domingo à noite) feito pelos e para os jovens. Faça cerimônias de admissão JA – lembrando-se de deixar o pastor distrital e o regional JA sempre informados – e promova cultos com diferencial jovem, utilizando inclusive as palestras desenvolvidas na capacitação. Este último é uma ótima forma de descobrir e desenvolver ótimos pregadores.

Para cultos jovens e reuniões de JPG (pequeno grupo jovem) defina também as datas e horários. E utilize estes momentos para desenvolver a capacidade dos jovens aspirantes. São momentos perfeitamente aplicáveis às palestras e discussões requeridas nos cartões de liderança. O objetivo maior é salvar, conscientizar e capacitar a juventude participante.

Um ano novo – assim como uma nova semana – é sempre uma ótima oportunidade para decidir ser mais saudável e ativo. Então, aproveite o sangue quente da galera para propor o “Desafio Medalha de Bronze/Prata/Ouro”. Além de ser uma ótima oportunidade para se reunir periodicamente durante os treinos (fortalecer relacionamentos), também pode estimular alguns mais sedentários a se tornarem mais ativos. O prazo médio para um corpo sedentário se acostumar com a nova rotina é de 40 dias, e para um jovem totalmente sedentário alcançar alguns dos resultados requeridos no Cartão Medalha de Bronze é de cerca de 90 dias. Assim, se tudo der certo, será possível realizar até as três modalidades do cartão no mesmo ano.

Lembre-se dos eventos das datas especiais: dia das mães, dia do jovem adventista, dia dos namorados, semana santa, etc. São eventos “obrigatórios” a se realizar e que podem ser muito bem utilizados para o fortalecimento da juventude: passeio especial no domingo das mães (com as mães é claro); passeio no clube ou fazenda no dia do jovem adventista; jantar especial para os jovens solteiros ou casais; etc.

Aproveite ainda o primeiro semestre para desenvolver encontros de capacitação evangelística. Ensinar os jovens a ministrarem estudos bíblicos, visitações, sermões e palestras. Além de desenvolver os jovens, eles ainda ficarão mais preparados para a missão Calebe, Semana Santa e Semana de Oração Jovem.

Segundo Semestre: Eventos e Reconhecimentos

Na segunda metade do ano acontecem as campais e ACAMP jovens em diversas regiões. É a época mais “badalada” dos calendários, e, como falei acima, é o período recomendado para pôr em prática toda a capacitação do início do ano. Atente-se para os “feriadões” disponíveis no calendário, para aproveitar e “emendar” as folgas, estendendo assim o período dos acampamentos e passeios.

Uma ideia importante a se frisar aqui é que o ministério Jovem deve sempre trabalhar com projetos ao invés de eventos. Eventos na sua maioria possuem apenas o “durante”, enquanto projetos focam no “antes, durante e depois”. Em resumo: desenvolva as atividades do ano com objetivos claros e que culminem com um grande “evento de celebração”.

Dependendo da região, é uma boa época para acampamentos de verão (ou inverno) com a sociedade jovem da igreja local ou distrital/regional. Utilizando um fim de semana do mês de dezembro, é uma ótima oportunidade para reconhecer e ressaltar todos os projetos e atividades realizadas durante o ano. E se possível ainda premiar os “melhores do ano”.

Programe uma vigília jovem, se possível com todo o distrito para compartilhar de temas relevantes, e de quebra utilizar a oportunidade para os aspirantes palestrarem aos jovens. Não deixe passar em branco as datas comemorativas, como o dia do Pastor, dia das Crianças, dia dos Pais. Além de homenagear, é possível realizar projetos especiais nestas datas, como visita a orfanatos, homenagens aos pastores e pais, etc.

É também neste período, que, após a cumprimento das atividades e requisitos durante o ano, são realizadas as cerimônias de condecoração de medalhas e investidura de líderes. Programe-se com seus jovens, para realização das condecorações, e verifique as datas de envio dos relatórios de liderança para avaliação junto ao Departamental do Campo. Há também as premiações dos concursos bíblicos, projeto bálsamo (finados) e a preparação do mutirão de natal.

Por fim, o calendário, ou cronograma de atividades, deve possuir a cara e personalidade de seus jovens. Deve expressar quem vocês são, querem ser e podem ser. Deve ser montado conforme a sua realidade e suas necessidades. As regras básicas são estas, e então, você com sua equipe de liderança jovem, organizam e desenvolvem o restante, preenchendo as lacunas.

Disponibilizamos um modelo de Cronograma, com dicas de atividades gerais, você pode utilizá-lo como base e adicionar as suas atividades a ele. Você pode baixá-lo neste link. Na dúvida, converse com seu Regional/Distrital Jovem e com o Pastor de seu distrito, ou aproveite e nos envie um e-mail para contato@guiadolider.com e teremos muito prazer em lhe ajudar.

Nova Logo – JA, Universitários e Música – Download 

Desde o ano de 2015 o ministério jovem vem passando por uma grande reformulação. Uma delas foi a criação do novo Ministério dos Desbravadores e Aventureiros, que atua agora como um departamento separado. Demorou, mas as mudanças começaram a se fazer perceptíveis.

Foi lançada recentemente a nova logo do Ministério Jovem, que engloba: o Ministério JA, o Ministério dos Universitários Adventistas e o Ministério da Música.

A logo já está disponível para download, em formato de imagem, para que você possa utilizar nos novos materiais do ministério jovem.

Faça agora o download através deste link. 

Disponibilizamos também a logo do MUA em Corel Draw através deste link.  (versão X6 neste link)

Se tiver alguma dúvida, dificuldade no ministério jovem,  sugestão ou pedido de material, nos envie um e-mail no endereço contato@guiadolider.com e ajude na construção de conteúdos “sob medida” para as atuais necessidades dos jovens. Aguardamos seu contato.

Arte do Tema Jovem 2017 – Eu Creio 

Foi liberada recentemente a arte aberta do tema Jovem do ano de 2017 para download. 

Com a “arte aberta” você pode desenvolver os materiais de seus ministério jovem para o novo ano. 

Há alguns dias já havíamos disponibilizado o JPG e o PDF da arte em alta resolução. Neste novo arquivo segue também a arte editável em PSD (photoshop). 

Baixe o arquivo completo através deste link

Eu Creio – Tema 2017

eu-creiologo

31 de outubro de 1517 é uma data muito especial para o cristianismo protestante. Nesse dia, Martinho Lutero cravou as famosas 95 teses na Catedral de Wittenberg, ato que marcou o início de uma mensagem revolucionária para a época e que perdura até hoje.

Martinho Lutero e outros mártires da fé defendiam o que criam e tinham algumas características em comum:

  1. Plena convicção nas crenças fundamentadas na Palavra de Deus.
  2. Disposição de defender essas crenças e, se fosse necessário, dar a própria vida antes de renunciar a fé.
  3. Anunciar ao mundo que estava em trevas (Idade Escura) esta luz resgatadora e confortante: as Escrituras.

Em suas últimas palavras, Ellen G. White disse: “Eu sei em quem tenho crido” (Mulher de Visão, p. 537). Jó, homem íntegro e reto, provado ao máximo, mas sempre fiel ao Senhor, declarou: “Eu sei que meu redentor vive e por fim se levantará sobre a Terra” (Jó 19:25). Os Reformadores também deixaram registradas frases que resumiam as suas crenças:

John Wycliffe – “A verdadeira autoridade emana da Bíblia, que contém o suficiente para governar o mundo” (citação em seu livro De sufficientia legis Christi).

Martinho Lutero – “[…] pelos textos da Sagrada Escritura que citei, estou submetido à minha consciência e unido à Palavra de Deus. Por isso, não posso nem quero retratar-me de nada, porque fazer algo contra a consciência não é seguro nem saudável”. “Não posso fazer outra coisa, esta é a minha posição. Que Deus me ajude!” (Wikipédia).

John Huss – Jesus, filho de Davi, tem misericórdia de mim” (cantado por Huss enquanto era queimado vivo Wikipédia).

Já passaram 500 anos da chamada Reforma Protestante e precisamos voltar a suscitar jovens com esses mesmos valores, capazes de defender suas crenças e dispostos a lutar para que esses princípios bíblicos sejam conhecidos pelos necessitados da Palavra de Deus.

Querido líder, leve a sua juventude a estudar mais a Bíblia e aprofundar-se em suas crenças. Aproveite cada culto jovem, acampamento, encontro de PG, classe jovem da Escola Sabatina, retiro e vigília para reforçar a prática da fé. Que a nossa juventude possa ter segurança e convicção na hora de dizer EU CREIO.

Sempre Maranata!

Pr. Carlos Campitelli
Líder do Ministério Jovem
Divisão Sul-Americana

retirado do Sistema de Gerenciamento do Ministério Jovem