Cartões Registro de Liderança

Você que está em processo de formação e investidura, ou que ainda irá começar seu Clube de Líderes ou se inscrever em um, sabe que é necessário o uso dos cartões de Registro de Liderança, correto?

Os cartões de Registro ou Requisitos de Liderança Jovem podem ser adquiridos na SELS mais próxima de você ou no site da Editora Sobre Tudo, e estão divididos em dois tipos – Registro de Liderança e Conquista de Medalha, sendo o primeiro deles subdividido em 3 categorias:Liderança Jovem, Registro para Regionais e Registro para Pastores.

Desde o ano passado, estavam disponíveis o cartão de Registro de Liderança para Líder Jovem (tradicional) e o Registro de Medalha de Bronze. Pois bem, queremos informar que já estão disponíveis para consulta todos os cartões através da página Cartões de Liderança e Medalhas e, caso você deseje imprimir, já estamos disponibilizando também os cartões em arquivo PDF na mesma página.

Isso inclui, além das medalhas de Prata e Ouro, também os Registro de Liderança para Regionais e para Pastores, que são até bem semelhantes na maioria de seus requisitos.

Relembramos que ainda que impresso, o arquivo aqui disponibilizado não substitui o uso do cartão, que é obrigatório para a execução e avaliação de todas as categorias.

Planejando o calendário de atividades

projeto-gestao-cronograma

O ano de 2017 está começando, e como um bom líder, tenho certeza que você deseja iniciar o ano com boa parte do planejamento de atividades e projetos para este ano, bem elaborados e com suas datas marcadas.

Talvez (na maioria dos casos) pode ser difícil conseguir seguir à risca todas as datas devido a imprevistos, mas esta não é uma desculpa válida para procrastinar com o planejamento prévio – seja ele anual, semestral ou trimestral.

Para desenvolver a construção de um calendário de atividades, será necessário levar em consideração diversos fatores:

  • Calendário do Campo (Associação/Missão)

  • Calendário do Distrito

  • Calendário da Igreja

  • Calendário (letivo) dos Jovens

  • Projetos a desenvolver

Calendário do Campo

Este é um calendário ao qual você como líder deve se atentar bastante, a maioria dos campos já define e publica em seus calendários os projetos mais importantes (abrangentes) que serão realizados tanto em nível de campo quanto a nível de região ou distrito. Assim, muitos dos projetos que o ministério jovem deverá realizar a nível de distrito (como projeto bálsamo ou quebrando o silêncio, por exemplo) já estarão inclusos neste calendário, necessitando apenas ser replicado para o calendário local jovem. Respeite este calendário. Jamais organize ou marque eventos jovens paralelos em datas que coincidam com eventos que englobem toda a igreja, e por consequência, os jovens.

Calendário do Distrito

Mais local, mas não menos importante que o anterior. Este calendário, por muitas vezes desenvolvido pelo pastor e liderança distrital, engloba os projetos já listados no calendário do campo acrescido de pequenos projetos regionais/locais específicos (aniversário da cidade, corrida da saúde, etc.). Há distritos que simplesmente utilizam o calendário do campo como o seu próprio e publicam anúncios de projetos e eventos locais conforme a proximidade das datas dos mesmos, assim, procure se informar com seu pastor distrital, buscando, junto a ele e à liderança, “reservar” as datas que o ministério jovem precisará “usar”, para evitar conflito de datas.

Calendário da Igreja

É praticamente equiparado ao calendário distrital – há igrejas que não tem. É nele que estão programadas as datas específicas dos evangelismos, visitações, semanas de oração, e etc. Se esse calendário existir em sua igreja, além de não ignorá-lo, busque fazer parte dele, propondo a inclusão das atividades jovens no mesmo.

Atente-se ainda para datas periódicas e recorrentes que sempre estão presentes no cronograma da igreja – 13º sábado; sábado da criança; sábado da educação; quarta-feira do poder; etc. – tentando sempre conciliar as datas.

Calendário Letivo dos Jovens

Por mais que a maioria dos participantes do Ministério Jovem tenham mais que 18 anos, é necessário atentar para os calendários escolares dos jovens – tanto do ensino médio quanto da universidade – quando se planejar realizar atividades que demandem deslocamento e pernoites no decorrer da semana. Leve em consideração também, quando passeios e eventos nos últimos meses do ano, as datas de provas de seleção de vestibular, para não obrigar o jovem a escolher entre um fim de semana com Deus e uma tarde estressante de prova.

E como estamos falando de jovens de “maior idade”, é evidente que boa parte deles também já tenham emprego. Então eventos de meio de semana, podem consumir algumas folgas ou uns dias de salário.

Projetos a Desenvolver

Enfim chegamos no ponto que é a dificuldade de muitos, mas que é a peça chave para o planejamento do calendário de atividades para o ministério jovem. Antes de começar a se planejar, é necessário saber o que é preciso fazer e como se quer chegar até o objetivo. Se o objetivo é que os jovens sejam condecorados em medalhas, não basta apenas marcar no calendário a data da cerimônia. É preciso programar o início do projeto, os treinos, as provas e, por fim, a condecoração.

Como você deve ter percebido, os tópicos e calendários anteriores são bem objetivos, basta replicar as datas de projetos comuns e evitar projetos paralelos conflitantes. Assim, é aqui que vamos focar: em como organizar os projetos a se desenvolver no decorrer do ano.

Pelo menos dois pastores departamentais de jovens, a nível de campo, me deram uma regra de ouro para planejamento de atividades anuais de jovens. Um deles foi o Ivancy Araujo (ASPa 2014) e o outro foi o pastor Fernando Galvão (MOPa 2016). E ambos me disseram que o ano deveria ser divido em duas partes:

  • Primeiro semestre, para capacitação;

  • Segundo semestre, para eventos – que culminem com o resultado da capacitação;

Assim, já posso lhe adiantar que: os primeiros meses de atividades de seu ministério jovem devem ser de aprendizado, fortalecimento e capacitação. Depois que todo mundo souber o que e por que está fazendo, é hora de “brincar” e se “divertir”, ou melhor “se investir”. Então, as dicas de planejamento deste artigo seguirão a lógica descrita acima, que é a que até agora tem demonstrado bom sucesso.

Para a construção do cronograma de atividades, usaremos o Manual Jovem e os Cartões de Liderança e Medalhas, pautando as atividades pelas necessidades de capacitação e resultados.

Primeiro Semestre: Capacitação

Uma ótima forma de trabalhar com novos membros e novos aspirantes é justamente iniciar o ano introduzindo os mesmos no ministério jovem desde a base, com os princípios básicos. Nisto, começar o ano com capacitação cai bem como uma luva.

Lembre-se que, quanto mais detalhado o seu calendário de atividades, melhor será para seu controle e acompanhamento do cumprimento do mesmo. Por exemplo, se em janeiro vocês iniciarão a leitura do ano bíblico e do livro do ano, marque em seu calendário a data do “super culto jovem de lançamento do Ano Bíblico 2017”. Além de lembrar a data, realizar um culto especial para o lançamento de um projeto dá bastante crédito ao mesmo. E da mesma forma, detalhe no calendário as datas das provas do Bom de Bíblia (Ano Bíblico) e das premiações.

Desenvolva uma técnica eficaz de relembrar as datas. Seja através dos avisos semanais do mural, seja através dos grupos do Telegram/WhatsApp; seja pela página da Sociedade Jovem nas redes sociais; seja por um App específico; ou seja ligando para cada membro da igreja, o importante é ser lembrado. Não adianta você desenvolver o melhor, mais bonito, mais funcional e perfeito calendário Jovem do mundo, se ele e lembrete de seus projetos ficarem esquecidos na gaveta de sua escrivaninha. Divulgue!

Para leitura de livros, tente buscar uma base de tempo necessário para a leitura do mesmo, e marque a data de início e a data de provável fim da leitura, isso estimula o compromisso e desafia os participantes.

Você pode inclusive utilizar o Retiro Espiritual como um evento de lançamento de boa parte dos projetos do ano. Tome o cuidado de deixar todos os dados bem explicados e de não sobrecarregar de informações.

Informe-se de antemão sobre cursos de capacitação oferecidos pelo campo, e verifique se os mesmos já estão previstos em calendário geral. Verifique também a possibilidade da visita do departamental jovem do seu campo à sua região/distrito.

Promova cultos especiais (sábado pela manhã e domingo à noite) feito pelos e para os jovens. Faça cerimônias de admissão JA – lembrando-se de deixar o pastor distrital e o regional JA sempre informados – e promova cultos com diferencial jovem, utilizando inclusive as palestras desenvolvidas na capacitação. Este último é uma ótima forma de descobrir e desenvolver ótimos pregadores.

Para cultos jovens e reuniões de JPG (pequeno grupo jovem) defina também as datas e horários. E utilize estes momentos para desenvolver a capacidade dos jovens aspirantes. São momentos perfeitamente aplicáveis às palestras e discussões requeridas nos cartões de liderança. O objetivo maior é salvar, conscientizar e capacitar a juventude participante.

Um ano novo – assim como uma nova semana – é sempre uma ótima oportunidade para decidir ser mais saudável e ativo. Então, aproveite o sangue quente da galera para propor o “Desafio Medalha de Bronze/Prata/Ouro”. Além de ser uma ótima oportunidade para se reunir periodicamente durante os treinos (fortalecer relacionamentos), também pode estimular alguns mais sedentários a se tornarem mais ativos. O prazo médio para um corpo sedentário se acostumar com a nova rotina é de 40 dias, e para um jovem totalmente sedentário alcançar alguns dos resultados requeridos no Cartão Medalha de Bronze é de cerca de 90 dias. Assim, se tudo der certo, será possível realizar até as três modalidades do cartão no mesmo ano.

Lembre-se dos eventos das datas especiais: dia das mães, dia do jovem adventista, dia dos namorados, semana santa, etc. São eventos “obrigatórios” a se realizar e que podem ser muito bem utilizados para o fortalecimento da juventude: passeio especial no domingo das mães (com as mães é claro); passeio no clube ou fazenda no dia do jovem adventista; jantar especial para os jovens solteiros ou casais; etc.

Aproveite ainda o primeiro semestre para desenvolver encontros de capacitação evangelística. Ensinar os jovens a ministrarem estudos bíblicos, visitações, sermões e palestras. Além de desenvolver os jovens, eles ainda ficarão mais preparados para a missão Calebe, Semana Santa e Semana de Oração Jovem.

Segundo Semestre: Eventos e Reconhecimentos

Na segunda metade do ano acontecem as campais e ACAMP jovens em diversas regiões. É a época mais “badalada” dos calendários, e, como falei acima, é o período recomendado para pôr em prática toda a capacitação do início do ano. Atente-se para os “feriadões” disponíveis no calendário, para aproveitar e “emendar” as folgas, estendendo assim o período dos acampamentos e passeios.

Uma ideia importante a se frisar aqui é que o ministério Jovem deve sempre trabalhar com projetos ao invés de eventos. Eventos na sua maioria possuem apenas o “durante”, enquanto projetos focam no “antes, durante e depois”. Em resumo: desenvolva as atividades do ano com objetivos claros e que culminem com um grande “evento de celebração”.

Dependendo da região, é uma boa época para acampamentos de verão (ou inverno) com a sociedade jovem da igreja local ou distrital/regional. Utilizando um fim de semana do mês de dezembro, é uma ótima oportunidade para reconhecer e ressaltar todos os projetos e atividades realizadas durante o ano. E se possível ainda premiar os “melhores do ano”.

Programe uma vigília jovem, se possível com todo o distrito para compartilhar de temas relevantes, e de quebra utilizar a oportunidade para os aspirantes palestrarem aos jovens. Não deixe passar em branco as datas comemorativas, como o dia do Pastor, dia das Crianças, dia dos Pais. Além de homenagear, é possível realizar projetos especiais nestas datas, como visita a orfanatos, homenagens aos pastores e pais, etc.

É também neste período, que, após a cumprimento das atividades e requisitos durante o ano, são realizadas as cerimônias de condecoração de medalhas e investidura de líderes. Programe-se com seus jovens, para realização das condecorações, e verifique as datas de envio dos relatórios de liderança para avaliação junto ao Departamental do Campo. Há também as premiações dos concursos bíblicos, projeto bálsamo (finados) e a preparação do mutirão de natal.

Por fim, o calendário, ou cronograma de atividades, deve possuir a cara e personalidade de seus jovens. Deve expressar quem vocês são, querem ser e podem ser. Deve ser montado conforme a sua realidade e suas necessidades. As regras básicas são estas, e então, você com sua equipe de liderança jovem, organizam e desenvolvem o restante, preenchendo as lacunas.

Disponibilizamos um modelo de Cronograma, com dicas de atividades gerais, você pode utilizá-lo como base e adicionar as suas atividades a ele. Você pode baixá-lo neste link. Na dúvida, converse com seu Regional/Distrital Jovem e com o Pastor de seu distrito, ou aproveite e nos envie um e-mail para contato@guiadolider.com e teremos muito prazer em lhe ajudar.